24 julho 2012

Caetano, venha ver aquele preto que você gosta!









Eu namorei com ele a tarde inteira.
 Levou-me até ao Rio e fez-me conhecer Leblon inteiro. Ele é bem mais velho e nem é assim tão atraente, mas nunca ninguém passou uma tarde inteira a cantar para mim. Fez-me sentir ter a sua idade e chorar com ele todos os choros que ele nunca chorou porque os cantava. E eu poderia ficar a tarde inteira de costas para ele, ouvindo-o atrás de mim como uma banda sonora de músicas improvisadas.
 Não é que tenhamos vivido um romance, vivemos apenas várias vidas juntos. Foi meu guia durante dias, alguns anos e vários sonhos. Foi pai, amigo e irmão mais novo. Namorei com Caetano porque fomos só um enquanto ele me cantava.

2 comentários:

  1. que texto lindo, tudo o que tu escreve é mais lindo que outro

    ResponderEliminar
  2. Gosto do novo visual do blog, estavas inspirado :)

    ResponderEliminar